Resgate de 2 periquitos

Há mais ou menos um mês um casal de Periquito-do-encontro-amarelo fez ninho no forro aqui de casa bem em cima da portinhola de acesso... Sujeira e barulho diariamente... Deixei eles quietos pois sabia que no tempo certo se retirariam...

Hoje encontrei 2 filhotões pendurados no lado de fora do telhado com as pernas emaranhadas em fios que foram usados para fazer o ninho o que é até comum acontecer...

Peguei os dois e consegui tirar as linhas num processo demorado e delicado (me senti um cirurgião)...  No começo levei umas bicadinhas mas aos poucos parece que eles entenderam... As perninhas estavam inchadas e com alguns ferimentos superficiais, os movimentos dessas patinhas prejudicados, acho que vão precisar de fisioterapia.

Passei água oxigenada nos ferimentos e Rescue nas nucas...
Improvisei um ninho numa caixa de papelão, dei banana com quirera mas eles preferiram dormir...

Agora não sei o que faço, como trata-los sem que se tornem dependentes? Como alimenta-los? Alguém poderia me orientar?










06/03/2017
Agradeço a todos que colaboraram com sugestões, comentários e dicas. Compartilho aqui esse material pois pode ser de alguma valia para alguém no futuro. Dividi as dicas em: Acomodações e Alimentação (cada hífen é sugestão de uma pessoa)..

Acomodações:
- Colocar num pote plástico forrado com papel toalha depois colocar serragem. 
Não usar caixa de papelão ou panos, pois retém fungos. Furar a tampa dá caixa plástica com furos largos e manter tampada.
Evitar jornal.

Alimentação:
- Usar papinha se forem filhotes, papinha que usa pra Calopsita, diluir em água morna, para cada papa feita adicionar 3 gotas de vitamina (Vitagold Potenciado), usar uma seringa de preferência.

- Se forem adultos, eles comem sementes de girassol ou frutas , banana , maçã ou até mesmo angu e milho verde.
Filhotes: Frutas e papinha de angu.

- Existe uma papa para filhotes que é um alimento completo para eles. Pode dar frutas, legumes e verduras cruas. Eles gostam de sementes - adoram maracujá e as sementes, coquinhos, e vc pode tb introduzir a ração que vc compra em lojas de animais.

- Eles gostam de água e de se banhar. O melhor é que a caixa onde estão alojados não fique no chão e que não tenham muito contato com seu cachorrinho (eles podem aprender que os cães são mansos e respeitosos e perder o medo, tornando-se presas ideais no futuro, em liberdade)

- Eles comem frutas em geral. Por serem filhotes ainda, tenta amassar banana e mamão pra ver se eles comem sozinhos. Se não comerem, vai ter que dar no bico com ajuda de uma seringa, fazendo uma papinha mais fina. Mas precisa ver se eles estão comendo sozinhos.  Aqui, quando eles passam da papinha pra fruta inteira eu já começo a pensar em soltar.

- Alimente-os com misturas próprias para filhotes de papagaios. Se não houver em sua cidade, na pior das hipóteses faça uma papa de consistência cremosa com ração para pintinho e água.


E o desfecho do caso:

Uma das principais recomendações para casos de filhotes caídos do ninho é tentar que os pais cuidem, não retira-los simplesmente do local. Foi essa a minha opção por considerar que é a melhor para eles.
Segui orientação de não usar pano, papelão ou jornal e improvisei um ninho para eles... Coloquei no forro onde estava o ninho original... Isso foi com uma diferença de algumas horas pois os encontrei no sábado por volta de 17h...

Domingo lá pelas 9h coloquei o ninho com eles de volta no forro e saí para andar com meus cães... Quando voltei percebi tudo muito quieto lá em cima commparado com as algazarras que els faziam nos últimos 30 ou 40 dias...
Lá pelo meio dia subi no forro e não encontrei nenhum deles, ouvi vocalizações nesse momento do lado de fora mas não deu para ver quem era...

Encontrei muitos fios, fibras, cordões, e papéis de bala principalmente papéis brilhamtes. Essa espécie está bastante urbanizada e usando materiais sintéticos para fazer seus ninhos. É muito comum esse tipo de ocorrência: filhotes com linhas emaranhadas nas patas.

Espero que esses dois estejam bem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário