Saiba como proteger seu pet da insolação

Veterinária fala das precauções que os donos de animais de estimação devem tomar no verão
Verão, solaço e um "calor do cão"... Os males causados pelas altas temperaturas não afligem apenas humanos: cachorros e gatos também sofrem com a estação mais quente do ano e precisam de cuidados especiais nessa época.

– Os pets podem sofrer insolação (exposição excessiva aos raios solares) e em casos mais graves intermação (aumento da temperatura corporal acima dos limites fisiológicos) – explica a veterinária Beatriz Macedo



De acordo com a médica, isso acontece porque os animais não conseguem regular a temperatura interna através da transpiração corporal, como seus donos. Os pets transpiram através da boca e dos coxins (as almofadinha das patas).
– A insolação e intermação acometem mais as raças caninas braquicefálicas (focinho curto e achatado), como buldogues e pugs.

Sintomas
O aumento da temperatura corporal é mais comum em cães, mas os sintomas são os mesmos para felinos e caninos. Saiba como notar o mal:

– Respiração ofegante
– Andar cambaleante
– Temperatura corporal alta
– Desmaios
– Convulsão

O que fazer caso meu pet apresente os sintomas?
Procure o veterinário o quanto antes. A questão do tempo é muito importante, pois a hipertermia (elevação da temperatura corporal) pode desencadear problemas renais graves e até morte. Você pode esfriar o corpo do animal, colocando-o em uma bacia cheia d'água ou fazer compressas com toalhas molhadas para abaixar a temperatura até chegar ao veterinário.

Quais cuidados devo tomar?
– Não dar passeios demorados (correr ou caminhar) em horários muito quentes
– Deixar os animais em local fresco
– Trocar a água diversas vezes ao dia
– Não deixar animais no carro, em canis sem ventilação ou em locais abafados e sem sombra

Fonte: http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/noticia/2015/01/saiba-como-proteger-seu-pet-da-insolacao-4680908.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário