Guia da higiene canina

A partir do momento em que você decide adotar um animal de estimação, mas especificamente um cão, ficará comprometido com os cuidados e atenção que deverão ser dedicados a ele. A higiene canina talvez seja um dos itens mais importantes a se preocupar. Ela inclui uma série de fatores que vão contribuir para uma saúde perfeita de seu novo amigo. Siga abaixo algumas dicas com esse pequeno guia de como deixar seu cão mais limpo e saudável.

Escovação
Tenha o seu cão pelo curto, médio ou longo ele deverá ser escovado diariamente para que seja retirada a sujeira e os pelos mortos. A escovação pode ser iniciada pela cabeça, corpo, calda e membros. A escova apropriada para o tipo de pelo de seu cão poderá ser adquirida com facilidade em pet shops. Faça disso uma rotina e estará contribuindo  para a saúde de seu animal.

Dentes
Semanalmente os dentes do cão devem ser observados para verificação de possíveis problemas, como tártaros, que podem provocar a perda do dente. A escovação dos dentes evita a proliferação de bactérias que em alguns casos podem provocar doenças mais sérias, como infecções no rins, coração, articulações, etc. Nenhum exame comprova os problemas que podem se iniciados pela boca, mas de qualquer forma a prevenção é o melhor caminho. Existem pastas de dentes específicas para cães. A escovação deve ser realizada diariamente.

Patas
Verifique se não há nenhuma ferida e se houver trate-a com o medicamento indicado pelo seu veterinário. É importante também que não haja pelos interdigitais que atrapalhem e acumulem sujeira, é conveniente que sejam retirados para que não incomodem no andamento do cão.

Ouvidos
Existem cães que possuem problemas nos ouvidos e necessitam de um maior cuidado para que o excesso de cera não provoque otites. O ideal é que os ouvidos sejam limpos uma vez por semana e cuidem na hora do banho para que não entre água, a melhor maneira é proteger os ouvidos com chumaços de algodão. Atente para os cães que possuem orelhas grandes e caídas, pois estão mais suscetíveis aos pelos no interior do pavilhão auditivo que promovem uma maior concentração de sujeira.

Corte de Unhas
Se não houver um desgaste natural das unhas do cão, como em lugares onde alguns cães permanecem que propiciam tal desgaste, as unhas deverão ser cortadas, mas o ideal é que seja feita com cuidado ou por um veterinário para não atingir o ”sabugo”, o que causará dor e sangramento. Não cortá-las pode fazer com que elas enrolem e machuquem a pata do animal.

Banho
O banho é um momento mais importante em relação à higiene do cão e alguns cachorros gostam e outros não e por conta disso alguns precisam da coleira para não fugirem.

Cuidados na hora do banho:
. Proteger os ouvidos com chumaços de algodão para evitar que entre água;
. A temperatura da água deve ser morna entre 30 e 35ºC;
. Evite banho em cachorros filhotes de até 4 meses, pois ainda estão com a imunidade baixa, a não ser a critério do veterinário;
. Use o xampu indicado pelo veterinário e cuide para que na hora do banho não caia em seus olhos, evite o uso de xampus para humanos, pois o PH da pele do animal e bem diferente da nossa, fará mal ao seu amiguinho.

Siga as dicas e dedique um tempinho ao seu cão. Se você mantiver uma rotina de higiene, certamente ele vai se manter bem mais saudável e você consequentemente terá por mais tempo seu melhor amigo a seu lado.

Fonte: http://www.enciclopets.com.br/guia-da-higiene-canina/

Nenhum comentário:

Postar um comentário