Cuidados com um recém nascido órfão (Passo a passo)

Quem já se deparou com aquela caixinha ou um saco de lixo cheio de filhotes recém nascido descartados, sabe bem o sufoco que é buscar por uma ama leiteira e na maioria das vezes ter de assumir este papel. As dúvidas são muitas e a insegurança bate ao perceber que aquelas vidinhas tão frágeis dependerem dos seus passos acertados para sobreviverem.

É preciso estar preparado para as perdas, estes bebes chegam debilitados, desnutridos, desidratados, cheios de parasitas e hipotérmicos. Debilitados, alguns infelizmente acabam não sobrevivendo.
As necessidades dos pequenos são muitas, é preciso disponibilidade para alimentá-los a cada duas horas, além de ajudá-los a fazer suas necessidades fisiológicas massageando e estimulando-os como a mamãe gata/cadela faz, pois nesse primeiro momento não são capazes de urinar e defecar sozinhos.

É de extrema importância que os filhotes sejam levados para serem examinados e avaliados por um veterinário assim que possível. Informações existentes na internet podem ser de valia numa emergência, mas não substituem as orientações dadas por este profissional.

Uma dica do Site Beco dos Gatos pode ajudar a você ganhar tempo até chegar a uma clinica: "Se notar que o filhote está muito desidratado, não responde a estímulos, debilitado por não se alimentar há muito tempo, você pode dar Pedialyte sem sabor, que se compra em qualquer farmácia, ou passar glucose de milho (Karo) na sua gengiva para elevar o nível de açúcar no sangue. Com isso, você ganhará um tempo precioso para conseguir chegar ao veterinário mais próximo."

Por onde começar, quais as prioridades?
1- Após o resgate,  normalizar a temperatura do corpo é fundamental. Geralmente eles estão hipotérmicos (expostos ao frio perdem calor corporal).




Como aquece-los?
Improvise um ninho. Pode ser uma caixa de papelão resistente, balde, bacia, de preferencia com borda alta para evitar quedas e correntes de ar, forre com panos, cobertores quentinhos e macios são ideais. Coloque uma *bolsa térmica com água morna, para ajuda-los a recuperar e manter a temperatura corporal.

*Não tenho bolsa Térmica!
Isso não é problema, você pode improvisar fazendo uso de uma  Garrafa Pet ou uma meia com arroz  (acesse os links e veja como fazer  e usar de forma segura). Outra alternativa é colocar uma luminária perto do "ninho", mas cuidado para que fique numa distancia segura (uns 40 cm) evitando acidentes, além de não super aquecer os bebes.
Colocar um bichinho de pelúcia macio para o bebe se aconchegar, ajuda a suprir a ausência da mãe.

Se foram resgatados expostos ao calor, e apresentarem hipertermia, você pode precisar baixar a temperatura do corpinho. Deite o bebe em um local fresco e ventilado, se necessário faça compressa com um pano úmido. Se estiverem muito debilitados e desidratados, siga a dica dada acima pelo Beco dos Gatos.

O "ninho" deve ficar numa área protegida e tranquila. Caso tenha outros animais na casa, deixe-os isolados (como uma quarentena) para não correrem o risco de contaminar ou serem contaminados. Deve-se também ficar atento se algum animal da casa demonstrar agressividade para evitar que machuque os bebes  .

A higiene é fundamental, debilitados, os filhotes estão susceptíveis a contaminação. Lave sempre bem as mãos antes de tocar nos filhotes, troque os paninhos e cobertores uma vez ao dia, lave-os bem com água e sabão e deixe secar bem antes de reutilizar.

2- Agora que você já conseguiu normalizar a temperatura deles, o segundo passo é alimentá-los.

Como alimentá-los?
Alimentá-los é crucial para  que não fiquem mais fragilizados. A primeira opção é sempre tentar encontrar uma ama de leite. Contatar ONGs, protetores e amigos em busca de uma cadela ou gata que esteja amamentando seus filhotes. Caso tenha sorte e encontre uma, um truque para ajudar na aceitação do filhote pela mãe adotiva é pegar um paninho esfregar na mãe e depois no filhote para que este fique com o cheiro da mãe adotiva.

Você não encontrou uma mamãe adotiva, o que fazer?
Primeiro a escolha do leite
Diferentemente do que aprendemos, o leite de vaca não é o mais indicado, ele pode provocar alergias, diarreias e complicar a saúde dos bebes.
O ideal é fazer uso das fórmulas prontas preparadas para neonatais de cada espécie, encontradas nos Pet Shop, Agro veterinária e alguns mercados e indicada pelo seu veterinário, já que cães e gatos têm diferentes necessidades nutricionais.
Uma dica dada por protetores e criadores é o Leite de Cabra Integral, afirmam que mesmo dado puro, obtêm ótimos resultados com os recém nascidos e idosos debilitados (leia mais AQUI )

A Dra. Vanessa Mollica Caetano Teixeira, no site da Clinica Veterinária e Pet Shop Auquimia, dá essa dica bem prática:
"Como substituto do leite industrializado específico para filhotes de cães, pode-se preparar uma receita caseira com:
200ml de leite com lactose
50 gramas de creme de leite
½ colher de sopa de manteiga
1 gema de ovo, sem a clara

Idade do cãoFreqüência de mamadasDose diária/100g de filhotepapinharação
1a semanaCada 2 horas13 ml
2semanaCada 3 horas17 ml
3semanaCada 3 horas20 ml
4a semanaCada 4 horas22 mlIntrodução gradativa
5a semana2 a 3 vezes ao dia2 a 4 vezes ao dia
Para filhotes de gatos devemos preparar:
200 ml de leite de cabra
1 gema de ovo, sem a clara


Idade do gatoFreqüência de mamadasDose diária/100g de filhotepapinha
1a semanaCada 2 horas13 ml
2semanaCada 3 horas17 ml
3semanaCada 3 horas20 ml
4a semanacialis drugs valign=”top”>Cada 4 horas22 ml2 vezes ao dia
5a semana4 vezes ao dia

A ração seca para gatos deve ser introduzida somente a partir da sexta semana de vida.
Os filhotes normalmente têm um aumento de diário de 10% em comparação com o peso do dia anterior. Se o ritmo ficar abaixo disso, é conveniente que o animal seja examinado por um veterinário.
Dra. Vanessa Mollica Caetano Teixeira é Médica veterinária – UFV
Especialista em clínica e cirurgia – UFV e Mestre em cirurgia – Unesp – Jaboticabal
O que usar para dar o leite para bebes tão prematuros?
Existem as mamadeiras próprias para esta fase vendidas nas lojas do ramo, mas você pode improvisar usando um conta gotas, uma seringa sem agulha, uma luva resistente fazendo um pequeno orifício num dos dedinhos dela.

Atenção aos cuidados fundamentais na hora de alimentar o filhotinho.
1. Lave as mãos
2. Teste a temperatura do leite no pulso. Este deve estar na temperatura do corpo. Caso contrario o bebe pode recusar.
3. Segure corretamente o bebe. Ele deve permanecer apoiado com a barriguinha virada para baixo, numa posição natural como mamaria na sua mãe biológica. Outra forma é deixa-lo apoiado num cobertor como neste vídeo.
4. Mantenha uma leve elevação da mamadeira de forma que a cabecinha fique levantada, evitando que o bebe se afogue com o leite. (observe a foto acima)
5. Certifique-se de que o leite está passando lentamente . Se ele escorre muito rápido,  pode levá-lo a engasgar ou inalar o leite. Quando um filhote inala pequenas quantidades de leite, ele se acumula nos pulmões e pode causar uma grave pneumonia. Isto resulta em uma respiração difícil. Observe se ele está com chiado no peito, tosse, o nariz parece congestionado. Diante destes sinais leve-o ao veterinário imediatamente!
6. Assista ao vídeo (no final do post) e aprenda a fazer a manobra para desobstruir as vias, caso o filhote engasgue ou afogue. (Observe neste vídeo a forma como o filhote deve ser segurado, tendo todo o corpo bem apoiado na mão).
7. Tenha paciência, ele pode estranhar o contato com o plastico e demorar para começar a mamar, se necessário lambuze o bico com um pouco de mel Karo e esfregue na boquinha.
8. Massageie a barriguinha, ajuda  que arrote eliminando o ar para evitar cólicas
9. Estimule-o de forma que consiga fazer xixi e cocô como suas mamães biológicas fazem, já que sem estímulo não fazem as necessidades fisiológicas sozinhos. Para isso faça uso de bolinhas de algodão ou gaze embebida em água filtrada e morninha.
10. O filhote deve ser alimentado a cada 2 horas na primeira semana.

Como estimular o filhote para fazer suas necessidades fisiológicas?
Separe Algodão ou gaze e um potinho com água filtrada amornada.
Segure um chumaço de algodão ou gaze, umedeça na água
Passe o algodão/gaze nas regiões genitais de maneira firme mas suave, simulando a lambedura da mãe até que ele comesse a urinar. Vá trocando o algodão/gaze conforme for necessário.
Agora faça o mesmo na região do anus para que defeque.
obs: Se o filhote apesar de estimulado não fizer suas necessidades por mais de 24hs, leve-o ao veterinário imediatamente.

Devo dar banho no filhote?
Não. O banho pode baixar ainda mais a imunidade do filhote.
O melhor a fazer para limpar o filhote é umedecer uma  gaze em água morna, (a gaze é melhor que o algodão, mais eficiente para remover os resíduos) e passe suavemente até que ele fique bem limpinho. Depois seque-o bem e deixe-o bem quentinho.

O filhote está cheio de pulgas, o que usar?
Frontline Spray é o único produto que mata pulgas, carrapatos e piolhos com total segurança para o seu cão e gato a partir de 2 dias de vida. Seu efeito é imediato. Ótimo para ter em casa e colocar no bichinho quando ele vem de um lugar que pode estar infestado de pulgas e carrapatos.

Higiene é fundamenta!
Mantenha o ninho sem resíduos de leite, xixi ou coco. É importante que fiquem secos e quentinhos.
Troque sempre que necessário os paninhos, jornais e cobertores.
Lembre-se sempre de lavar as mãos antes de manipular os filhotes.
Use sempre água filtrada para fazer a higiene.

Este VÍDEO, é um resumo de tudo que foi dito aqui, vale apena assistir, está tudo bem explicadinho, caso ainda tenha ficado alguma dúvida.

*Para esse post contei com a assessoria da querida gateira Cat Sitter Daniela Xavier, que tem larga experiência na lida com gatinhos em situação de risco. Dani, meu muito obrigada pela paciência em responder a todas as minhas dúvidas.
Fontes usadas para pesquisa:
http://www.wikihow.com/Feed-a-Newborn-Kitten
http://www.obafloripa.org/blog/2012/02/como-cuidar-de-gatos-recem-nascidos-orfaos/

Por Denise Dechen
Fonte: http://dicaspeludas.blogspot.com.br/2014/08/cuidados-com-um-recem-nascido-orfao.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário